Mais proteção e segurança para os servidores virtuais

Mais proteção e segurança para os servidores virtuais

Em fevereiro/22, as empresas do grupo B2W (Americanas, Submarino, etc.) sofreram um ataque cibernético que causou prejuízos financeiros e danos à reputação. Este é o impacto devastador do Ransomware, um malware que torna inacessíveis sistemas e arquivos críticos.

Você adota medidas específicas para evitar incidentes de cibersegurança? Se a resposta for não, sua organização pode estar vulnerável. Veja a seguir as recomendações da CentralServer para proteger a sua infraestrutura.

Quer melhorar a segurança do servidor virtual? Conheça duas opções de sistemas antivírus disponíveis para sua empresa:

  • ImunifyAV: antivírus para varredura e monitoramento de segurança em servidores Plesk Linux, com limpeza automática de malware, controle de reputação de domínios, alertas e outras verificações de status.
                    
  • BitDefender: ferramenta de antivírus que usa inteligência artificial para antecipar, detectar e bloquear ameaças. Fornece um console central para controle dos servidores e definição das políticas de segurança.

Proteção Anti-DDoS

A partir deste mês de março, todos os servidores hospedados na CentralServer serão protegidos por padrão contra ataques de negação de serviço (DDoS). Antes, essa proteção adicional só era obtida mediante contratação de IPs adicionais protegidos, que não serão mais necessários. Essa mudança traz ainda mais segurança para os sistemas e aplicações que você mantém conoso.

(*) Limitado à banda limpa de entrada de até 100 Mbps.

10 Boas Práticas de Cibersegurança 

  1. Ative o serviço de backup para ter cópias de segurança dos seus servidores virtuais.
  2. Só instale softwares obtidos de fontes seguras.
  3. Mantenha um antivírus nos computadores e celulares.
  4. Instale prontamente as atualizações de segurança.
  5. Não abra arquivos enviados por desconhecidos.
  6. Não clique em links suspeitos enviados por email, SMS, WhatsApp ou similares.
  7. Defina senhas fortes e diferentes para cada site ou aplicativo.
  8. Ative a autenticação de dois fatores (2FA) nos logins.
  9. Use um software de cofre de senhas para armazenar suas credencias.
  10. Implante uma VPN para restringir o acesso administrativo à servidores, aplicações e bancos de dados.

Tem colaboradores trabalhando remotamente? Leia o nosso ebook com as 7 Indiciativas para Aumentar a Segurança no Home Office.

Para esclarecer alguma questão sobre os assuntos deste boletim, entre em contato com o nosso Atendimento.

Atenciosamente,

Equipe CentralServer
“Seu negócio na nuvem. Simples assim.”

(Visualizado 1 vezes, 1 vezes visualizado hoje)