CentralServer expande infraestrutura hyperconvergente de computação em nuvem com VMware vSAN

CentralServer expande infraestrutura hyperconvergente de computação em nuvem com VMware vSAN

Empresa foca em oferta de armazenamento de dados em SSD
 
Por Editorial IT Forum 365
30 de maio de 2018 
 

As soluções hiperconvergentes transformaram o mercado de infraestrutura virtual e permitiram a criação de ofertas inovadoras pelos provedores de serviços. Seguindo essa tendência, a CentralServer, fornecedora de nuvem corporativa e parceira da VMware, escolheu o vSAN, tecnologia de infraestrutura hiperconvergente da VMware, para expandir seu serviço de computação em nuvem com a oferta de armazenamento de dados em SSD.

Nos primeiros meses após o lançamento da solução, centenas de clientes já haviam adotado as virtual machines (VMs) com discos de alta velocidade dentro do CloudFlex, ambiente que facilita o uso da nuvem com pagamento sob demanda. Segundo Juliano Simões, CEO da CentralServer, o objetivo é remover a complexidade da computação em nuvem e a versatilidade do VSAN permitiu oferecer storage SSD. “Conseguimos ainda fazer com que a integração do nosso console de gerenciamento com o cluster VSAN fosse de rápido e fácil acesso para os clientes, que passaram a consumir o novo ambiente imediatamente.”

Como a nuvem está se tornando o ambiente padrão das cargas de trabalho corporativas, o alto desempenho da capacidade de armazenamento torna-se fundamental para as aplicações mais críticas. O uso do VSAN, componente chave para construir a base digital da VMware, também abriu a possibilidade do provedor fornecer Storage as a Service por meio do armazenamento de dados baseado em políticas (SPBM – Storage Policy-Based Management).

Esse serviço de alto valor agregado permite entregar diferentes níveis de performance, capacidade e redundância por máquina virtual ou grupo de VMs. Também é possível criar planos de recuperação de desastres e segurança por criptografia.

“A CentralServer oferece às empresas a possibilidade de se aproveitarem da nuvem sem ter que se especializar, para poder crescer com foco em seu core business”, destaca Rui Suzuki, COO da CentralServer.

(Visualizado 67 vezes, 1 vezes visualizado hoje)