Entenda por que a nuvem híbrida está em alta

Entenda por que a nuvem híbrida está em alta

por Jaqueline Tiburcio*

Se você faz uso da virtualização no seu datacenter, então já conhece os enormes benefícios que essa tecnologia traz para otimização da infraestrutura dos servidores.

E sabe que o próximo passo, naturalmente, é usar os benefícios das nuvens públicas para aumentar a capacidade computacional e os recursos disponíveis para suas aplicações. Então, nesse momento, surgem dúvidas em relação aos investimentos já realizados, o que pode acabar adiando a tomada de decisão.

E se eu disser que é possível integrar o seu datacenter à nuvem preservando os investimentos que já foram feitos?

Para esclarecer melhor, hoje vou falar sobre ambiente híbrido. Acompanhe!

O que é a nuvem híbrida?

É uma estratégia que combina o ambiente virtualizado local com a nuvem pública, e está ajudando muitas empresas a inovarem preservando os investimentos realizados em infraestrutura.

Segundo previsões do Gartner, até 2020, 90% das organizações devem adotar recursos de gerenciamento de infraestrutura híbrida e passar a contar com uma infraestrutura consistente e compatível com as aplicações já existentes.

A integração dos recursos locais com recursos da nuvem simplifica suas operações e permite um único ambiente empresarial altamente escalável e com uma riqueza de recursos muito maior.

Seu departamento de TI precisa responder às necessidades do negócio e não queremos jogar fora o que foi investido. Certo?

Vantagens de um ambiente híbrido

Na nuvem híbrida, além de você contar com uma infraestrutura com múltiplos fornecedores cloud, conta também com gerenciamento integrado de suas aplicações e uma estratégia de segurança holística para sua TI. Algumas outras vantagens:

  • Capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças – não é necessário grandes investimentos para iniciar novos projetos. Além disso, permite seguir as exigências do mercado.
  • Flexibilidade – possibilidade de escalar aplicações para o ambiente de nuvem pública para atender demandas sazonais.
  • Mobilidade – permite o acesso e/ou trabalho remotamente com controle de identidades. Além de permitir o compartilhamento de aplicações e armazenamento com clientes.

Está pensando em uma estratégia de ambiente híbrido?

Uma estratégia que considere os processos e as características do seu negócio, sem dúvida, contribuirá para que a implantação de um ambiente híbrido atinja os melhores resultados.

É válido esclarecer que a verdadeira estratégia de nuvem híbrida não contempla apenas suas aplicações rodando em nuvem pública e privada. Os ambientes devem ser integrados e o gerenciamento deve ser realizado de forma unificada.

Então, se o seu ambiente local é virtualizado com VMware ou Hyper-V, por exemplo,  você pode integrá-lo com as nuvens AWS ou Azure, aproveitando os conceitos com os quais sua equipe já está familiarizada. A partir daí, você poderá escolher o melhor lugar para criar novas máquinas virtuais e implantar recursos adicionais.

Contar com um parceiro credenciado para gerenciar serviços na nuvem nessa jornada é bastante recomendado, pois ele tem o conhecimento necessário para ajudá-lo no planejamento e implantação da estratégia.

Conte com os especialistas da CentralServer para que o seu projeto de nuvem híbrida seja um sucesso!

Solicite nosso contato!

*Jaqueline Tiburcio é Analista de Comunicação na CentralServer.

Gostou desse conteúdo?

Fique atualizado recebendo gratuitamente nossos artigos diretamente no seu email

(Visualizado 60 vezes, 1 vezes visualizado hoje)